terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Sou Vânia Carvalho Guarani Kaiowá Munduruku Awá



Me sentia feliz e orgulhosa em assinar o nome Vânia Carvalho Guarani Kaiowá Munduruku Awá no Facebook, uma forma de, publicamente, declarar o apoio aos Povos Indígenas, de demonstrar a indignação com o massacre diário que essas populações vem sofrendo. Uma forma de estar junto, de ampliar, além dos nossos "velhos emails", como diz Tania Pacheco, para nossos amigos e parentes que muitas vezes não tem acesso a informação de qualidade sobre a questão indígena no Brasil, bastante camuflada pela mídia. Quantas vezes choramos juntos os assassinatos de lideranças indígenas, envenenamento das fontes de água, jovens acuados e suicidas, mulheres estupradas...Embora estivéssemos isolados em nossas casas e escritórios. Um dia fiz uma pesquisa no Face e vi Guarani-Kaiowá em todas as cidades do Brasil, pequenas, médias e grandes cidades. Fiquei impressionada com o imenso apoio de milhares de pessoas se importando com uma cultura fundamental pra nós nesse momento de perigo concreto por que passa a humanidade pelo afastamento da natureza....temos que descobrir uma forma de juntar novamente essas pessoas pra aumentar nossa esperança pois desde ontem o Facebook está impedindo as pessoas de permanecerem com sobrenomes indígenas, embora aceite nomes como "bolinha", "machão", "fofinha"...
Quem quiser denunciar a retirada compulsória de seus nomes no Face pode mandar email para:denunciaguaranikaiowa@hotmail.com.

36 comentários:

  1. Vânia eu também fiquei muito chateado pelo o ocorrido no Facebook, eu postei a sua matéria no meu blog.
    Caso não goste eu tiro sem problema.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Não há problema!!! É importante divulgar!!! qual é o endereço de seu blog? Abraços!!!

    ResponderExcluir
  3. Saudações Vânia, também abraço tua indignação e isso ocorreu também comigo e estou numa briga declarada contra essa rede etnicista, pior foi ver que os administradores de tal ferramenta manteem páginas (já denunciadas) que esmagam os direitos humanos, mas Guarani Kaiowá não pode? Postei em meu blog algo falando sobre isso e se permitir quero colocar o teu texto para acrescentar e fortalecer essa luta. Eu e alguns amigos já desativamos nossos perfis até que isso seja modificado.

    http://metamorfosecoletiva.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente o nosso apoio aos indígenas está incomodando muita gente!!! Estamos junt@s!!!!!Pode publicar, vou entrar em seu blog também, abraços!!!!

      Excluir
  4. Oi Vania! Fi um texto baseado no seu para o meu blog e passei para dois jornais daqui de Salvador, sobre o ocorrido.
    Meu blog http://paginatres.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótimo Hálice vamos divulgar o máximo possível nossa indignação!!!! Grande abraço!!

      Excluir
  5. Prezada Vânia, sempre há alternativas... por favor, entre em contato comigo pelo face.
    Gandhalf Guarani Kaiowá TheWhite

    ResponderExcluir
  6. Isso é uma palhaçada, uma atitude sem noção e arbitrária. Se fossem impedir aos brasileiros todos que põe apelidos ou nomes alternativos nos perfis, esta rede não teria metade do sucesso que tem no Brasil. Assim proponho mudança do nome da rede pra FASCISTBOOK.

    Aproveitando o contato, deixo aqui* o convite à blogueira ativista Vânia Carvalho que participe do nosso grupo "Faces Indígenas do Brasil", e também aos demais que se interessam nas causas indígenas:

    https://www.facebook.com/groups/facesindigenas/

    *Estou bloqueado pra mandar msgs e adicionar, coisas do FASCISTBOOK.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente é muito estranho este processo do "FACISTBOOK"!Obrigada PELO CONVITE, JÁ ENTREI NO GRUPO!!! abraços Guaranis-Kaiowá

      Excluir
  7. Vocês tem que conhecer a fundo a questão!! Somente sair, defendendo os índios e pedindo desapropriação de terras é muito bonito. Mas e os produtores que compraram LEGALMENTE esses títulos do governo federal, da união. Eles não são bodi-espiatório. Repito, apoiar os indíginas é muito lindo, esta na moda. Mas, e comer um bom churrasco, e o arroz de todos os dias, o soja para produzir o óleo, o feijão. Pessoal, isso é produzido na terra, nas propriedades rurais de nosso país, isso não é feito nas prateleiras dos mercados!! Acordem, oque gera a maior parte do nosso PIB chama-se agronegócio. Procurem ser brasileiros!!! Não sejam só de uma tribo (guarani-kaiowá). A questão é muito maior do que parece, busquem informações. Eu apoio que os governos criem estratégias para melhorar a condição dos indígenas no Brasil, mas eu tambem sei que não é só sair desapropriandos fazendas e ajindo como se o produtor rural brasileiro fosse culpado das inúmeras cagadas feitas ao longo da história por nossos governantes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Diego, esse discurso é do agronegócio e agora já sabemos que o agronegócio é uma falácia, uma enganação, só produzem para exportar...não garantem a qualidades dos alimentos nem a nossa soberania e segurança alimentar. A agricultura familiar camponesa é que emprega quase 75% da mão-de-obra no campo e é responsável pela segurança alimentar dos brasileiros, produzindo 70% do feijão, 87% da mandioca e 58% do leite consumidos no país, apesar de ocupar 25% da terra.
      QUEREMOS E ACREDITAMOS QUE SEJA POSSÍVEL OUTRO MODELO DE DESENVOLVIMENTO QUE LEVE EM CONTA OS CONHECIMENTOS DOS NOSSOS POVOS TRADICIONAIS QUE SABEM LIDAR COM A NATUREZA MELHOR DO QUE NINGUÉM...CHEGA DE ENGANAÇÃO QUE O AGRONEGÓCIO É FUNDAMENTAL... A GENTE ESTÁ VENDO QUE NÃO...QUE ELES SÓ FUNCIONAM COM GRANDES INCENTIVOS DO GOVERNO, NÃO RESPEITAM NINGUÉM E SÓ PENSAM NO LUCRO, DESMATANDO E INTOXICANDO TUDO COM AGROTÓXICOS .....FORAM MUITO MAL ACOSTUMADOS COM AS TETAS DO GOVERNO, DESDE O INÍCIO DOANDO TERRAS DE INDÍGENAS PARA PASTO...VAMOS ABRIR A CABEÇA PARA OUTRAS POSSIBILIDADES POIS ESSA FORMA DE CAPITALISMO SELVAGEM, ESTÁ CLARO QUE NÃO ESTÁ DANDO CERTO...

      Excluir
    2. Vamos pensar em "felicidade interna bruta" já ouviram falar?

      Excluir
  8. Eu tbm estou protestando a favor dos guaranis e por consequencia contra os fazendeiros, ja fazem 4 dias que eu nao compro nada de fazendeiros, apenas dos indigenas!! Facamos todos isso que assim poderemos mudar o mundo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu compro sempre de feiras agroecológicas, é a melhor maneira de comer alimentos sem agrotóxicos e tem muitas feiras atualmente em diversas cidades...

      Excluir
  9. Não gostou da atitude do facebook? Apague seu perfil.
    Quer apoiar os índios? Dê sua casa para um tupi guarani e embarque em uma caravela para portugal.

    Simples assim.

    ResponderExcluir
  10. Se vc aceitou os termos de serviço do Facebook então tá reclamando do que? é de graça e eles ainda trabalham pra manter a ordem, senão o Face viraria um caos de "ativismos".

    ResponderExcluir
  11. Melhor seria um "caos de ativismos" do que um caos de babaquismos. Que bela "maravilha" é o "Face"! o que seria o mundo sem ele heim!?
    Fico me perguntando como que depois de tanta evolução no pensamento ainda estamos estacionados nesta m**** e tratando Facebook e Big Bos** como as coisas mais importantes em nossas vidas. Tenha "dó né"!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. com certeza, ainda bem que vivemos num país "livre" e temos várias outras formas de se manifestar!!! Viva a Liberdade!!! Somos tod@s Guarani-Kaiowá!!!!!!!!!!!SEMPRE!!!!!!!!!!!!

      Excluir
    2. Anônimo Guaraná Kuat13 de janeiro de 2013 21:23

      "Que bela "maravilha" é o "Face"! o que seria o mundo sem ele heim!?"

      Aí não teríamos que aturar mimimi de sofativistas como você.

      "estamos estacionados nesta m**** e tratando Facebook e Big Bos** como as coisas mais importantes em nossas vidas. Tenha "dó né"!"

      Se o Facebook não é tão importante assim, por que tanto mimimi?

      Excluir
  12. Mark Guarani Kaiowá Munduruku Zuckerberg, pedimos seu apoio!!!!!

    ResponderExcluir
  13. Você do portal da agroecologia. Nem sei seu nome, não se esconda. Não sei aonde você vive, mas aí deve ser muito ruim. Eu vivo aqui no Mato Grosso do Sul, em Dourados. Os produtores rurais que conheço e que perderam terra para os índios, são pessoas de família, que trabalham com suas próprias mãos, diferente dessa realidade péssima aonde você está, em que o governo e o BNDS investe em grandes áreas. Eu estou falando deste produtor rural, não disso que você julga produtor rural (BNDS). Querido, toda a carne consumida no Brasil é produzida aqui mesmo. Qual é a sua grande solução para alimentar 180 milhões de brasileiros??? Feiras ecológicas...?? Quantas será?? Umas 4 ou 5 dá?? Acorda meu filho............ Você esta com a cabeça muito fechada!!!!!! Valorize o produtor Brasileiro... Você se tornou indígena?? Viva sem, tv, celular, computador, geladeira...... vamos ver se vc é guarani kaiowá mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Diego, entendo sua preocupação mas esta justificativa da fome é ultrapassada. Sei que você está preocupado com seus amigos, eu também tenho amigos madeireiros, pecuaristas, muitos estão deixando esta atividade, percebendo que ganhar a vida em cima da desgraça alheia, do sofrimento de animais e da destruição do meio ambiente e Povos Tradicionais não vale a pena..é muita carga negativa...Abra sua mente e a de seus amigos para novas possibilidades, mudanças boas em suas vidas, muito sucesso em uma atividade mais humana é o que desejo para tod@s nós!!! abraços agroecológicos!!!!Vânia

      Excluir
  14. Ainda nada aconteceu comigo....Sou Márcia Carneiro Leão Guarani Kayowá e não recebi nenhuma mensagem do Facebook (eles mandam mesagem?...como acontece essa história?)...continuo postando, normalmente...de qualquer maneira e CERTAMENTE, acho um ABSURDO esse tipo de censura...estou junto, nesse protesto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. no meu caso, quando fiz o login eles pediram para mudar o nome Guarani-Kaiowá...depois quis mudar e eles não permitiram...

      Excluir
  15. Anônimo Guaraná Kuat13 de janeiro de 2013 18:48

    Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  16. Amigos o FB e a mídia burguesa atua de forma antidemocrática e fascista. Nos monitoram, censuram e castigam suspendendo o uso de recursos e nos bloqueando. No caso do FB sugiro o seguinte: coloque seu nome (como abriu a conta), abaixo (onde dá a opção de nome alternativo) coloque seu nome agregando o Guarani-Kaiowá. Marque o quadradinho abaixo e salve. Se não incorporar o nome na hora dê um tempo e refaça o mesmo procedimento. TEM FUNCIONADO.

    ResponderExcluir
  17. Ô Diego Doreto, vc está invertendo a ordem da História. São os latifundiários quem roubaram e continuam roubando e matando os povos originários e não o contrário como vc afirma. Aliás isso é um fato que vem ocorrendo em toda a América desde a chegada dos europeus! Outra coisa, latifundiários roubam e matam indígenas para atender à demanda do mercado internacional (soja, carne etc.) e sua vontade de encher os bolsos, NÃO para alimentar a população brasileira! Outra coisa, por que será que vc acha que os latifundiários são pessoas de família e os indígenas não?? Por que só é índio quem não tem acesso à tecnologia? Para de olhar pro seu umbigo, levanta a cabeça e veja que o mundo NÃO é como vc IMAGINA!!!
    "Acorda meu filho............ Você esta com a cabeça muito fechada!!!!!!"

    ResponderExcluir
  18. Ola prezada Gleice. Entendo a sua decepção com meus comentários, afinal de contas, é um choque de culturas, realidades e opiniões. Eu respeito. Eu realmente acho que você esta correta, EU ME EQUIVOQUEI... Os povos indígenas vieram primeiros que nós descendentes de imigrantes de outros países, e quando digo nós, eu incluo você, pois acredito que seus ancestrais em determinada época da nossa história devem ter migrado. Ou você é realmente indígena? Eu posso estar errado.? Vamos lá... Os povos indígenas estavam primeiro que nós aqui no Brasil. Há relatos de tribos indígenas onde hoje é a avenida paulista SP, no estado do Rio de Janeiro e em salvador, onde anteriormente era nossa capital e porto. Eu nunca ouvi falar de desapropriarem nada nessas cidades para devolverem aos índios, pois era deles, eles estavam la antes que os colonizadores... Emfim... Vamos continuar. As coisas que eu postei são calcadas na realidade que eu vivo e presencio a 24 anos, que é a minha idade. Repito: eu sou de Dourados Mato Grosso do Sul, onde a cidade cresceu as margens de grandes etinías dos povos indígenas. Eu escreve calcado no que eu vejo aqui, não é da minha imaginação e nem que eu inventei. Se aí aonde você vive, realmente rotineiramente os produtores rurais Matam os índios e simplismente roubam as suas terras, isso é bem grave, eu particularmente nunca presenciei nada desse tipo aqui no MS. Pessoal, eu sou Medico Veterinário, meu pai é produtor rural (pecuarista), ele nunca matou um índio para conseguir sua propriedade, ele trabalhou muito a vida inteira e comprou por mérito. Eu acho muito forçado essa história dos produtores rurais matando os índios e amontoando os corpos e roubando as terras.......................... nossa parece um filme la dos EUA de como eles fizeram com os peles vermelhas... EU REALMENTE NÃO ACREDITO QUE ISSO EXISTA. Mas Gleice, fica aqui em aberto, se você sabe de casos assim, você pode nos relatar aqui. Outro ponto. Gente da maneira que eu vi algumas pessoas comentando no Blog, parece que TUDO que é produzido no Brasil é para exportação, e que os produtores rurais são todos milionários e recebem em Dólares. Gente vamos parar para pensar, são 180 milhões de pessoas!!! Será que nós exportamos tudo??? Mas da onde vem tudo que tem no mercado??? Será que nós importamos? Eu nunca vi oleo de soja importado. Nem carne importada.... Aves e suínos são produzidos no Brasil em sistema intensivo, ou seja, eles comem muita ração para poderem ir rápido para o abate e chegar ao super mercado, pra todos NÓS... isso todos que aqui leem e não leem com certeza comem... todos os dias, todos os dias do ano e etc... Vamos la, mais informações para vocês queridos leitores... eu tambem li aqui no blog que ``é tudo pra exportação, não tem essa de alimentar os brasileiros, etc, etc, etc...´´ Gente, vou informar vocês pois eu trabalho nesse segmento e tenho dados concretos. Poucas Fazendas são aptas a exportarem seus produtos, existe uma série de exigências do MAPA Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento a serem seguidas e dos próprios importadores, Russia, china etc, etc... Acreditem pessoal, a maior parte da carne produzida no Brasil é consumida aqui mesmo. Quantas vezes vocês não comem carne vermelha na semana? e no mês? e no ano? isso mesmo!! e multiplicado por 180 milhões de pessoas.... noooossa... da muita carne!!!! da onde sera que vem em?? sera que tudo brota na gôndula do super mercado..??? e o leite??? Pois é... Esse é o meu ponte de vista... que eu sei, que eu presencio!!
    Se existe mesmo assasinatos e roubos de terras, vamos denunciar!!! Aonde? Quem? Quando?

    Pessoal eu gostaria que os indígenas tivessem uma condição muito melhor no nosso país. Esse é um problema MUITO grave. Mas sair tomando propriedades que foram compradas.... É isso mesmo?

    ResponderExcluir
  19. Prezada Vânia, observe bem uma coisa: eu não estou brigando com você e nem pretendo fazer isso na realidade, por gentileza, está bem assim?

    Pois muito bem, iremos por partes então: o "Facebook" possui regras e termos e quando você efetua seu cadastro nele, você deve obedecer essas regras, ninguém nunca lhe disse isso?

    Está escrito claramente que você deve utilizar seu nome real e como milhões de usuários decidiram colocar um sobrenome composto que é idêntico e não existe na realidade, o Facebook caiu em si que isso era uma violação das regras e termos do site!

    E sem ofensas, mas pense aqui comigo, por favor: se você tem uma amiga chamada "Ana" por exemplo, você quer encontrá-la lá no Facebook e têm um monte de gente que se chama "Ana Guarani-Kaiowá", como é que você saberá qual é a "verdadeira"?

    O que eu acho ridículo na realidade é proibirem nomes com "e" no meio e números, porque eu conheço pessoas com "e" em seus sobrenomes ("de Araújo e Castro", "Barbosa e Castro" e "Garcez e Silva", entre outras) e empresas com "e" no meio de seus nomes (como "Galeria de Arte e Pesquisa"), além de pessoas que possuem números em seus nomes artísticos (o cantor "Marcelo D2", a banda musical "182 Amazing" e outras mais) ou "perfil 2" e "perfil 3", por isso mesmo, tem muita gente usando o "E" em letra maiúscula e "II" e "III" em algarismos romanos!

    E finalizando, eu não quero duelar com você em público, sendo assim, se você quiser falar comigo sobre essa questão, meus e-mails são estes aqui: saviochristi@yahoo.com.br e saviochristi@gmail.com.

    Desde já, grato a você pela atenção e interesse, um abraço e me desculpe por qualquer coisa, de verdade!

    P.S.: Eu tenho um perfil inativo e tentei colocar o nome nele como sendo "Esta Conta Será Excluída", como eles não me deixaram fazer isso, eu coloquei como sendo "Estha Contha Serhá Excluhída", nome alternativo: ("Adhicionem ah Athual Contha").

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Sávio, estamos em plena "crise da civilização" e o face reflete isso, é só pesquisar pra ver que tem inscrições de sobrenomes como "gostosa", "peituda", "safada", "safadão", "bem dotado" e muito bem pior que não vou citar aqui. Esses termos pode! É a natureza do Face divulgar mercadoria. Estamos numa luta desigual para valorização de nossos Povos da Floresta, indígenas, nossos camponeses, agricultores e agricultoras familiares, massacrados diariamente pelo descaso, maldade, ambição. Eles são nossa Esperança de mundo melhor, mais saudável, mais humano, solidário, não podemos deixar de ficar indignados com o poder das Empresas, com o desenvolvimentismo desenfreado e é visível o preconceito com usuários do face que são militantes e críticos desse sistema, principalmente quem pede para tirar os anúncios enganosos, que não baixa aplicativos ridículos e nesse episódio com os Guarani Kayowá, aqueles indígenas que estão sendo encurralados no Mato Grosso, ficou claro que o nosso apoio incomoda muita gente. Aí tá o ponto mano. Bom Dia e Tudo de Bom pra você!!!!

      Excluir
    2. Se qualquer um quiser colocar o nome que quiser lá no "Facebook", o site vira a maior bagunça e zona!

      Existem perfis fakes da cantora e atriz "Sandy Leah" e da humorista "Marlei Cevada" lá no Facebook, nem sei como o site deixou isso ocorrer, ou mesmo porque as verdadeiras nada fizeram a respeito!

      Lá no "Orkut" e "MySpace", qualquer um pode colocar símbolos, sinais ou números no lugar do nome verdadeiro, o resultado: está cada vez mais difícil eu localizar meus amigos!

      E o "Facebook" também não está nem aí para ninguém, eu mesmo, por exemplo, já reclamei que não me deixaram colocar o nome do jeito que eu queria em minha página de divulgação e eu até hoje não descobri o porquê da censura!

      Excluir
    3. Meu nome é "Sávio Morais Cristofoletti" (apesar de eu assinar como "Sávio Christi") e eu tentei colocar em minha página de divulgação o nome de "Sávio Morais Cristofoletti Desenhista – Divulgação", como eles não me deixarem fazer isso, eu deixei como "Sávio Christi - Divulgação", só depois é que eu consegui alterar para colocar meu nome completo, mesmo assim, eles não me deixaram colocar o "travessão" (–), o qual deveria indicar que há um "subtítulo" logo após o "título" (nesse caso, eu coloquei um "hífen" (-), que foi o jeito...)!

      Eu já reclamei com eles e nada foi feito, você então acredita que essa sua reclamação a respeito do sobrenome "Guarani-Kaiwoá" (que pode ou não ser melhor do que a minha reclamação) resultará em alguma coisa na realidade?

      Excluir
  20. OI, Portal, grato e boas a você também!

    Cara, olhe só: eu sou a favor de todas as etnias, o que eu não sou a favor é alguém utilizar seu trabalho para prejudicar a vida alheia, igual fazem nomes como "Marcelo Rossi" e "Edir Macedo"!

    Eu não direi que nada tenho contra esses dois, simplesmente porque tenho tudo contra os referidos enganadores!

    Mas enfim, voltando ao que nós estávamos discutindo: minha amiga é casada com alguém que utiliza "Kblo" como sobrenome (o dito cujo bastante provavelmente não queria utilizar o sobrenome), mas o número de pessoas com o sobrenome "Kblo" é bem menor do que o número de pessoas com o sobrenome "Guarani-Kaiowá", você concorda?

    Existem regras em todos os ambientes e elas devem ser seguidas, só o que eu não concordo é o "Facebook" controlar o nome que a gente coloca no perfil e os usuários e fotos que adicionamos, mas no que diz respeito a utilizar o sobrenome "Guarani-Kaiowá", continua valendo meu ponto de vista exposto logo mais acima!

    E pense aqui comigo, por gentileza: você é só um internauta decepcionado e frustrado e o Facebook arrecada milhões de Dólares Estadunidenses por ano como a maior rede social do mundo, você acredita realmente que "Mark Zuckerberg" possui tempo, interesse e paciência em escutar reclamações como essa, será que você pode me dizer por obséquio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente, acordem, por gentileza: há milhões de vítimas em guerras no "Afeganistão", "Iraque", "Palestina" e "Sibéria" e vocês estão neuróticos, paranoicos e transtornados, simplesmente porque um site não permite que vocês usem o sobrenome "Guarani-Kaiowá"?

      Mas enfim: se vocês querem realmente fazer algo a favor dos índios, por que então não criam um evento, grupo ou página para eles, já que o Facebook possui todas essas ferramentas?

      Mas como eu já havia dito logo acima, se eu tiver uma amiga que se chame "Ana" e ela se tornar "Ana Guarani-Kaiowá", poderão haver muitas outras homônimas, como é que eu saberei qual é a verdadeira na realidade?

      E só mesmo para poder finalizar, o "Facebook" não me deixou colocar o nome que eu queria em minha página, sendo assim, por que razão o site vai se preocupar com essa "crítica" ou "reclamação" no que diz respeito à utilização de "nomes falsos"?

      Excluir
    2. Pessoal, por gentileza, espalhem a seguinte informação → http://yrporlordeesperto.blogspot.com.br/2013/06/bom-eu-tenho-uma-informacao-que-deve.html?showComment=1371168741409#c3915849440346605899!

      Desde já, grato a todos pela colaboração e um abraço!

      Excluir